Panicum maximum – Massai

Panicum maximum – Massai

Brachiaria brizantha cv. Marandu é um cultivar de Capim. 

Também chamado de ‘Brizanatão’ ou ‘Brachiarão’, a Brachiária brizantha cv Marandu detém ao menos 40 milhões de hectares no Brasil. Apresenta diversos benefícios: resistência à cigarrinha das pastagens, digestibilidade e palatabilidade excelentes, ótima para pastejo e indicada também para produção de feno.

Origem: EMBRAPA – híbrido espontâneo entre 

P. maximum e P. infestum, coletado em Tanzânia / África em 1969

Nome comum: Massai

Nome científico: Panicum maximum  sinonímia: Megathyrsus maximus

Cultivar: Massai 

Recomendações de solo: para solos de média a alta fertilidade

Utilização: para pastejo direto e fenação

Produção de forragem: 14 a 15 t/ha/ano de matéria seca (M.S.)

Teor de proteína na M.S.: 8 a 13% 

Altura da planta: 60 a 80 cm

Precipitação pluviométrica: Acima de 1.000 mm anuais 

Profundidade de plantio: 1 a 2 cm

Ciclo vegetativo: Perene

Essa cultivar foi lançado comercialmente pela Embrapa em 2001, é citado como um híbrido espontâneo entre Panicum maximum x Panicum infestum. Foi coletado em Tanzânia/África em 1969.

Utilizada para pastejo direto pelos animais, silagem e fenação, sendo indicada para cria e engorda de bovinos, não é aceita por equinos, ovinos e caprinos. Recomendamos o uso do Marandu em pastejo rotacionado ou em piquetes pequenos, para sua recuperação após o uso.

No pastejo rotacionado os piquetes devem ficar entre 30 a 35 dias em descanso durante o período chuvoso e quente do ano, com 1 a 5 dias de utilização. As plantas podem ser pastejadas quando atingirem 60 a 80 cm de altura. Na seca e frio o tempo de descanso da área é bem maior.

Em caso de pastejo contínuo a altura mínima de pastejo é cerca de 20 a 25 cm, abaixo disso as gemas podem ser eliminadas. Em caso de novo estabelecimento, a área pode ser pastejada cerca de 90 dias depois da germinação das sementes, dependendo sempre das condições climáticas.

Hábito de crescimento:

 Cespitoso

Altura da planta:

 Média de 0,55 a 0,85 m

Intensidade de perfilhamento basal: 

Média/Alta

Arquitetura da folha:

Ereta

Comprimento da lâmina foliar: 

Médio (42,3 cm)

Pilosidade da lâmina foliar: 

Média

É uma planta que forma touceiras com altura média de 60 cm, com folhas quebradiças, sem cerosidade e largura média de 9 mm.

As lâminas apresentam densidade média de pêlos curtos e duros. Os colmos são verdes. O Massai é um capim precoce, florescendo e produzindo sementes várias vezes ao ano. S

eu florescimento é intenso, rápido e agrupado. Foi avaliada diversas vezes quando a resistência à cigarrinha Notozulia entreriana se mostrou resistente, com baixo nível populacional de adulto e ninfa. Informações: Embrapa CNPGC / Comunicado Técnico COT nº 69 (Nov 2001)

Ganho de peso (g/animal/dia): 

  • Águas: 808
  • Seca: 275 

Taxa de lotação (UA/ha):

  • Águas: 3,2
  • Seca: 1,6

Produtividade animal anual (kg peso vivo/ha/ano): 681

Primeiro pastejo (dias): 50 a 60 dias

Manejo de pastejo – Sistema contínuo: 40 a 40 cm

Manejo de pastejo – Sistema rotacionado: 

  • Entrada: 50 cm
  • Saída: 25 cm
  • PROFUNDIDADE DE SEMEADURA
  • 2 cm
  • TEMPO DE FORMAÇÃO
  • 90 a 120 dias
  • ALTURA ATINGIDA
  • 80 cm
  • ALTURA DE ENTRADA NO ROTACIONADO
  • 50 a 60 cm
  • ALTURA DE SAÍDA NO ROTACIONADO
  • 20 a 25 cm
  • PRIMEIRO PASTOREIO
  • 90 dias com gado leve
  • SISTEMA DE PASTEJO RECOMENDADO
  • Rotacionado
  • PRODUÇÃO POTENCIAL
  • 12 a 15 toneladas de matéria seca/ha/ano
  • PROTEÍNA BRUTA
  • 9 a 12% na matéria seca
  • PALATABILIDADE
  • Boa

Caracteristicas

Resistencia
Seca 58%
Resistência
Encharcamento 33%
Resistência
Frio 60%
Resistência
Cigarrinha 54%
10
Matéria seca toneldaa/hectares/ano
1
Altura pra primeiro corte
0
Tempo de formação
0
Dias pra germinação

Raças indicadas

%d bloggers like this: